quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Pulseira eletrônica

São Paulo - Senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia, critica falta de lei na web e diz que Google cumprirá compromisso de limpar Orkut.

Como parte de um pacote de medidas que devem ser aprovadas pela CPI da Pedofilia, os condenados por crimes de abuso infantil poderão ser obrigados a usar pulseiras eletrônicas que vão monitorá-los para o resto da vida.

A informação é do senador Magno Malta (PL-ES), presidente da CPI e entrevistado do podcast IDG Now! desta semana. Ele critica a falta de leis na internet brasileira e diz que Google cumprirá compromisso de limpar Orkut, sob pena de prisão
O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou na semana passada que vai aprovar o projeto de lei que autoriza o uso de pulseiras eletrônicas em presos em liberdade provisória ou saída temporária de todo Estado. "São Paulo foi o primeiro Estado do Brasil a defender o uso das pulseiras", afirmou Serra. Um projeto de lei semelhante já foi aprovado pelo Senado Federal em 2007, e agora aguarda apreciação na Câmara dos Deputados. Para o governador, um projeto estadual é suficiente: "Tão logo chegue às minhas mãos, vou sancionar. Isso é tecnologia para melhorar a segurança. Não há nenhuma violação dos direitos humanos nesse sistema".o se não o fizer.

0 comentários:

Postar um comentário